Úlceras por pressão

As úlceras por pressão são causadas pela constante pressão à pele e ao tecido. A pressão impede que o sangue circule de forma adequada, e isso provoca danos nos tecidos e o desenvolvimento de úlceras. A maioria das úlceras por pressão se desenvolve sobre áreas ósseas – e o alívio da pressão é essencial para o tratamento.

Os idosos são mais suscetíveis a úlceras por pressão e, de acordo com o CIA World Factbook, 3,5 milhões de pessoas na Europa e América do Norte sofreram de uma úlcera por pressão .

O tratamento das causas subjacentes de uma úlcera por pressão e a aplicação do melhor tratamento auxiliarão a cicatrização. Biatain Ibu e Contreet / Biatain Ag oferecem a melhor cicatrização de feridas exsudativas.

Classificação
A classificação da ferida pode ajudar no suporte e gerenciamento de uma ferida. Ela fornece dados consistentes que podem ser avaliados de forma fácil e eficaz por profissionais.

As úlceras por pressão são classificadas de acordo com o grau de danos observados nos tecidos:

Grau 1
Eritema da pele intacta. Os indicadores são: descoloração da pele, aquecimento e edema. O endurecimento ou a dureza também podem ser utilizados como indicadores, particularmente em indivíduos com pele mais escura.

Grau 2:
Perda parcial da pele – epiderme, derme ou ambas. A úlcera é superficial e é considerada clinicamente como uma abrasão

Grau 3
Perda total da espessura da pele envolvendo danos ou necrose de tecido subcutâneo. Este pode estender-se para baixo, mas não através da fáscia.

Grau 4
Extensa destruição, necrose do tecido ou danos no músculo, osso ou estruturas de apoio, com ou sem perda total da espessura da pele.

Comentários estão fechados