Treinamento ensina a identificar mosquito da dengue

A Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB), por meio da Gerência Executiva de Vigilância em Saúde e da Gerência Operacional de Vigilância Ambiental, está promovendo um treinamento para formar técnicos de laboratório em Identificação de Aedes aegypti e Aedes albopictus – insetos transmissores da dengue. O evento, que acontece desta segunda-feira (15) até 26 deste mês, no Núcleo de Entomologia e Pesquisa Operacional da Paraíba, na Capital, é destinado a 12 profissionais de saúde de dez gerêTreinamento ensina a identificar mosquito da denguencias regionais do Estado (João Pessoa, Guarabira, Campina Grande, Cuité, Monteiro, Piancó, Catolé do Rocha, Cajazeiras, Princesa Isabel e Itabaiana).

O objetivo do treinamento é ampliar o quadro de recursos humanos capacitados em identificação dos mosquitos transmissores da dengue para, dessa forma, atender o aumento da demanda das ações de vigilância e controle da doença no Estado.

Segundo o gerente operacional de vigilância ambiental, Geraldo Moreira de Menezes, a genética dos mosquitos se transforma constantemente e os profissionais precisam das atualizações para melhor lidar com as alterações. “Essa atualização é para mostrar o que há de diferente na estrutura dos mosquitos e, consequentemente, auxiliar os profissionais a identificá-los em laboratório”, afirmou.

Dengue – É uma doença tropical infecciosa causada pelo vírus da dengue, transmitido por um mosquito diurno (Aedes aegypti e Aedes albopictus, por exemplo) que se multiplica em depósitos de água parada acumulada. Os sintomas incluem febre, dor de cabeça, dores musculares e articulares e uma erupção cutânea característica que é semelhante a causada pelo sarampo.

Em uma pequena proporção de casos, a doença pode evoluir para a dengue hemorrágica com risco de vida, resultando em sangramento, baixos níveis de plaquetas sanguíneas, extravasamento de plasma no sangue ou até diminuição da pressão arterial a níveis perigosamente baixos.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que entre 50 a 100 milhões de pessoas se infectem anualmente com a dengue em mais de 100 países dos continentes, exceto a Europa. Cerca de 550 mil doentes necessitam de hospitalização e 20 mil morrem em consequência da dengue.

Comentários estão fechados