Suspeito de ebola no Brasil teve contato com pelo menos 64 pessoas

O Ministério de Saúde está monitorando 64 pessoas que tiveram contato com ministro-arthur-chioro-falou-sobre-paciente-de-ebolao primeiro paciente que apresenta suspeita de ebola no Brasil. Entre as pessoas que tiveram contato, 60 fizeram esse contato nos locais de atendimento com o paciente e, dentre essas, somente três tiveram contato direto. Os órgãos de saúde identificaram também quatro outras pessoas que teriam feito o contato residencial. A informação foi dada pelo ministro da Saúde, o medico sanitarista Arthur Chioro e pelo secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa.

O paciente de 47 anos, solteiro, que se refere como refugiado político, entrou no Brasil no dia 19 de setembro vindo de Guiné, na África. O homem buscou uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) em Cascavel, no Paraná, nesta quinta-feira (9) relatando ter apresentado febre alta na véspera do atendimento. Por conta de o paciente ter vindo da Guiné e ainda estar no vigésimo primeiro dia – limite máximo para o período de incubação da doença – o paciente foi mantido em isolamento total, seguindo os protocolos internacionais para a enfermidade.

Comentários estão fechados