SBD comemora 110 anos de história dedicada à dermatologia e ao povo brasileiros

Em 2022, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) celebra 110 anos de história. Com trajetória repleta de inovações e conquistas, a entidade atua ativamente na qualificação dos profissionais da especialidade no Brasil, como foco na atualização científica e tecnológica. Além disso, ela trabalha pela ampliação do acesso ao atendimento dermatológico nas redes pública e privada, bem como pela oferta de condições de trabalho às equipes que atendem no Sistema Único de Saúde (SUS) e nos planos de saúde.
 

“A pauta de trabalho da SBD é ampla, assim como é o engajamento dos especialistas e de nossa entidade na assistência aos brasileiros que buscam cuidados para seus problemas de saúde que afetam pele, cabelos e unhas. Graças a este empenho, individual e coletivo, os dermatologistas têm alcançado avanços que os tornam exemplos para o País”, destacou Mauro Enokihara, presidente da Sociedade.

Há 11 décadas, em 4 de fevereiro de 1912, nascia o que hoje é a principal entidade médica da dermatologia brasileira, e uma das maiores do mundo. Com o estatuto registrado logo no dia seguinte, em 5 de fevereiro, a SBD passou a trabalhar já com 81 sócios efetivos em seu primeiro ano de atividade. Hoje, a Sociedade congrega mais de 10 mil dermatologistas de todo o país, contribuindo com o avanço da ciência e o desenvolvimento da especialidade a partir de estudos originais, oferta de cursos e treinamentos, realização de campanhas e qualificação dos serviços disponibilizados à população brasileira.
 

Produção – Em todos esses anos, a atualização dos especialistas foi compreendida como uma das prioridades da SBD. Responsável pela mais importante revista científica do segmento no Brasil, a entidade publica, desde 1925, os Anais Brasileiros de Dermatologia (ABD). O compromisso da SBD com a ciência ganhou ainda mais força a partir de 2009, quando a entidade publicou, pela primeira vez, a Surgical & Cosmetic Dermatology, revista médica que difunde a experiência brasileira nas áreas de cirurgia dermatológica e cosmiatria.
 

Segundo o vice-presidente Heitor de Sá Gonçalves, “essa potência na produção científica muito se relaciona ao nosso intercâmbio com a academia. Temos orgulho em dizer que, em 2021, atingimos a marca de 92 serviços credenciados pela SBD em todo o Brasil. Esses programas de especialização e residência médica recebem a garantia de uma organização com mais de um século de tradição”.
 

Campanhas – Além das publicações e títulos científicos, outra importante forma de atuação da SBD são as campanhas temáticas, formuladas para intensificar os cuidados acerca de determinadas doenças. Destacam-se, nesse sentido, a campanha de conscientização sobre hanseníase (Janeiro Roxo); a campanha de Psoríase, realizada sempre no mês de outubro; e a campanha de prevenção ao câncer de pele (Dezembro Laranja); entre outras.
 

Para garantir a eficácia dessas ações, a entidade tem ampliado, a cada ano, ações estratégicas em busca de maior interlocução com o Congresso Nacional, o Poder Executivo, as agências de regulação e outras instituições. Esse esforço inclui ainda medidas na área da comunicação, que tem aumentado a visibilidade institucional e seu espaço no debate público sobre temas relacionados à saúde.
 

Apenas em 2021, houve mais de 3,5 mil citações diretas à SBD, em matérias e reportagens publicadas em alguns dos principais veículos de comunicação do País. Assim, além dos canais tradicionais, as redes sociais já somam quase 300 mil seguidores.
 

Comemoração – Para comemorar seus 110 anos de história, a entidade preparou uma série de iniciativas para os associados e para o público em geral, as quais serão lançadas ao longo de 2022. No entanto, algumas delas já foram apresentadas. Por exemplo, presenteando toda a sociedade, o site oficial da SBD foi reformulado, ganhando um layout moderno e vários outros aperfeiçoamentos.
 

As redes sociais também serão tomadas por peças gráficas e posts que valorizam esse centenário. A gestão da SBD também enviou mensagens de agradecimento aos associados, ou seja, àqueles que ajudaram a construir a história da dermatologia brasileira, acompanhados de cartões que facilitam a identificação dos médicos em formato digital.
 

Essas peças substituem cartões de visita de maneira sustentável. Com a tecnologia, o dermatologista poderá compartilhar em fração de segundos suas credenciais com amigos, pacientes e contatos profissionais. Além dele, os membros da SBD também receberão kits digitais e vão poder contribuir com a realização do projeto SBD Verde, que pretende estimular o plantio de árvores em todo o País, reforçando a proteção do meio ambiente.
 

Outras iniciativas preveem a realização de pesquisas e o uso inteligente de informações para traçar cenários de assistência também serão utilizados ao longo dos próximos meses. Também estão sendo concluídos projetos de conteúdo de educação continuada e informativo para divulgação nos meses próximos.
 

“Queremos que todos se sintam convidados a celebrar não só os 110 anos de existência da SBD, mas todo o significado que damos à ciência brasileira enquanto especialidade médica. Esse é um momento de orgulho, onde comemoramos um legado construído por todos nós, dermatologistas”, destacou o presidente Mauro Yoshiaki Enokihara.

Por: 360 Comunicações / Foto Ilustrativa: Freepik

Comentários estão fechados