Projeto incentiva parto normal e melhoria de atendimento

7353500806_a31df6c988_kVinte e oito hospitais do país foram selecionados para participar de um projeto piloto de incentivo ao parto normal. A iniciativa, chamada de Parto Adequado, foi anunciada nesta sexta-feira (27) pelo Ministério da Saúde, Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e Hospital Albert Einstein.

Das instituições escolhidas, 23 são particulares e cinco públicas. Da Amazônia, foram selecionados dois hospitais particulares, sendo um em Cuiabá (MT) e outro em Belém (PA). O único hospital público da região é o Samaritano, também em Belém.

O projeto tem o objetivo de incentivar o parto normal a partir de modelos inovadores de atenção ao parto que possam reduzir a ocorrência de cesarianas desnecessárias.

Comentários estão fechados