Novembro Azul: Grupo NotreDame Intermédica atua no combate ao Câncer de Próstata com ações de Medicina Preventiva

Com vídeo e eventos online, operadora busca conscientizar sobre a importância do diagnóstico precoce para a cura da doença

 

Criada para conscientizar sobre a importância da prevenção do câncer de próstata, a campanha mundial “Novembro Azul” é a principal iniciativa que busca combater o segundo tipo de tumor maligno que mais mata homens no Brasil, segundo dados do INCA (Instituto Nacional de Câncer).

Se diagnosticada precocemente, essa patologia grave tem chances de cura de até 90%, porém, o exame de toque retal, o mais comum para detecção, ainda é visto com muito preconceito por parte dos homens, que devem realizá-lo anualmente a partir dos 45 anos, mediante histórico familiar, e após os 50 anos para a população em geral.

Hoje, o Grupo NotreDame Intermédica vê sua campanha de “Novembro Azul” como uma de suas principais iniciativas na área de promoção à saúde, acolhendo a parcela de beneficiários que são do sexo masculino. As Unidades de Medicina Preventiva do Grupo (QualiVida) – que é pioneiro neste segmento desde 1982 -, adotam ações de humanização e conscientização sobre o tema, preparando informativos e palestras que, durante a pandemia, ocorrerão por meio de lives.

” Durante o mês de novembro realizamos lives em nossas empresas clientes visando atingir o público em geral, principalmente os homens com mais 50 anos de idade, dentro do ambiente de trabalho, e também disponibilizamos conteúdos em nossos canais digitais que esclarecem sobre a importância do exame preventivo para cura da doença”, explica Dr. Emerson Neves dos Santos, Oncologista e Coordenador Médico da Medicina Preventiva do GNDI.

O GNDI também estimula toda a sua parcela masculina de beneficiários a procurar um Urologista para exames periódicos, veiculando informativos online, e-mails e vídeos em todos os seus canais digitais. Hoje, quando ocorre a suspeita da doença é primordial que os homens realizem os procedimentos específicos para a sua detecção, como exame físico, níveis de PSA e o toque retal.

Os sintomas em fase inicial apresentam uma evolução silenciosa, com alguns sinais que merecem atenção, como dor ou queimação ao urinar, jato urinário fraco, necessidade frequente de urinar – principalmente à noite – e presença de sangue na urina. Esses sintomas também são frequentemente associados ao crescimento benigno da próstata, o que ocorre durante o envelhecimento do homem, mas que também podem estar relacionados a patologia, sendo esse o motivo da necessidade periódica dos exames.

Ainda segundo o Dr. Emerson, os tratamentos disponíveis para cura vão de cirurgia, radioterapia e observação vigilante em casos menos complexos. “Para doença localmente avançada, a radioterapia associada ao tratamento hormonal é a mais utilizada. Para a doença em estado metastático, o tratamento mais sugerido é a terapia hormonal e qualquer escolha deve ser individualizada e definida após discutir os riscos e benefícios do tratamento com o médico”, explica.

A rede também inclui dentro dos seus centros de Medicina Preventiva, na Ala de Infusão de Quimioterapia, profissionais especializados em apoio psicológico específico, como forma de ajuda a lidar com os medos e as angústias que surgem no período, assim como rever os pontos prejudiciais à sua saúde no seu dia a dia.

Fonte: Grupo NotreDame Intermédica, por meio da assessoria de imprensa. 

Comentários estão fechados