Maior centro de diagnóstico em genômica da América Latina é lançado no Brasil

A Dasa, empresa de medicina diagnóstica, lançou na última quarta-feira, 26, o Centro de Diagnóstico em Genômica, em São Paulo. Com mais de R$ 60 milhões investidos em dois anos de construção, o centro é, segundo a empresa, o maior parque tecnológico especializado em sequenciamento genético da América Latina. É formado pelo GeneOne, laboratório de genômica que integra a Dasa e oferece Medicina Personalizada em áreas como Oncogenética, Cardiogenética, Doenças Raras, Neurogenética, Reprodução Humana, entre outras.

Emerson Gasparetto, vice-presidente da área médica da Dasa, explica o foco da companhia para a criação do Centro. “Em 2003, a conclusão do sequenciamento do DNA humano marcou a evolução da saúde. Isso possibilitou individualizar cuidados por meio da medicina de precisão. O Centro de Diagnóstico em Genômica da Dasa reforça nossa atuação em medicina personalizada, com testes genômicos e exames genéticos preditivos”, reforça.

O parque tecnológico é formado por uma equipe multidisciplinar de 34 profissionais, entre eles, mestres, doutores, biólogos especialistas em genética molecular, bioinformatas (cientistas de dados especializados em genética), patologistas e geneticistas.

O arsenal tecnológico é possui Sequenciadores NGS como o NovaSeq 6000 que, segundo a empresa, é o mais moderno equipamento para sequenciamento do genoma humano. Também estarão disponíveis equipamentos como NextSeq/NextSeq550, MiSeq (Illumina) e S5 System (ThermoFisher), a plataforma para SNP-array iScan (Illumina) e PCR digital (BioRad). A automação de procedimentos técnicos, como extração de DNA e preparo de biblioteca de NGS, ampliam a capacidade de escala, garantindo alto padrão de qualidade e reprodução de exames com acurácia e precisão.

A fim de garantir uma melhor interpretação dos dados obtidos, todos os laudos processados são vistos por, pelo menos, dois profissionais (peer review) e os casos mais complexos serão discutidos pelo grupo de especialistas em genética. Para o diretor médico da Dasa, Gustavo Campana, esta interação permite que os resultados da rotina diagnóstica e as validações de novas metodologias sejam otimizados. “Criamos um núcleo de discussão e aprendizagem, em tempo real, que conta inclusive com médicos e parceiros internacionais. Isso possibilita a criação de um banco de dados de genética e em razão da ampla presença dos laboratórios da Dasa no País, atendidos com exames do GeneOne é um grande diferencial para a saúde dos brasileiros”, explica.
Associado ao novo espaço, a Dasa mantém parcerias com empresas internacionais que são referência na área para transferência de tecnologia, como Natera (Reprodução Humana), Health in Code (Cardiogenética), Quest Diagnostics (Neurogenética), Sophia Genetics (Doenças Raras e Oncogenética), Strand e Myriad (Oncogenética).

Campana ressalta a importância da Enfermagem no trabalho desenvolvido pela medicina de precisão. “Uma parte importante do que temos feito, na Oncologia principalmente, é olhar o programa de medicina de precisão como um todo. O programa de medicina de precisão olha necessariamente toda a jornada do paciente portador de câncer. Enxergamos que a enfermagem tem um papel chave na condução e manutenção da jornada do paciente na medicina de precisão”, afirma.

Fotos: Divulgação

Comentários estão fechados