Hospital Anchieta capacita enfermeiros na área de pé diabético

O Centro de Tratamento do Pé Diabético do Hospital Anchieta acaba de dar início à capacitação de enfermeiros das UBSs (Unidades Básicas de Saúde) municipais. A iniciativa permite o estágio de profissionais das UBSs durante um dia todo de atendimento, com avaliações e tratamento de aproximadamente 30 casos. Entre os objetivos estão criar ambiente para troca de conhecimentos e padronizar o atendimento de portadores de pé diabético, levando em conta o atendimento diferenciado e pioneiro desenvolvido no Anchieta através da técnica de terapia fotodinâmica. Graças a esse trabalho foi possível poupar de amputações 85% dos pacientes tratados.
Já passaram pelo estágio profissionais das UBSs Jordanópolis, Taboão e Pauliceia. A programação prevê participação de enfermeiros de todas as 32 unidades básicas do município. “A enfermagem tem papel fundamental no atendimento ao paciente com pé diabético, principalmente na questão da assepsia das feridas e nos curativos”, ressalta o cirurgião vascular e coordenador do Centro de Tratamento do Pé Diabético, Dr. João Paulo Tardivo. De acordo com o médico, o treinamento aproximará o atendimento das UBSs ao do Hospital Anchieta. “Em geral, os pacientes tratados no Anchieta passam duas vezes por semana pelo Centro de Tratamento. Porém, quando há alguma intercorrência ou necessidade de refazer os curativos, geralmente procuram a unidade básica mais próxima de suas residências. Por essa razão decidimos treinar os enfermeiros da rede e padronizar o atendimento”, detalha.

Comentários estão fechados