Eliminar a escassez é um passo em direção ao sucesso pessoal e profissional

*Por Marinélia Leal

Qual o pensamento mais negativo que tem sobre a respiração? O que o seu pai pensava sobre o dinheiro? O que a sua mãe pensava sobre o dinheiro? Quais são os seus dez pensamentos negativos ou limitativos sobre o dinheiro? Qual o medo que tem em viver o sucesso? Que atitude o seu pai tem/tinha em relação ao trabalho? Que atitude a sua mãe tem/tinha em relação ao trabalho?

É preciso perceber a razão pela qual está vibrando na escassez. Por isso, é bom investigar as suas crenças. Assim que as descobrir, transforme-as em afirmações positivas para mudar essa vibração e, principalmente, respire profundamente para deixar o ar entrar e se reconectar com a abundância. Esse, será o primeiro passo em direção ao tão desejado sucesso.

Algumas vezes, ouço no consultório a crença de que quem é espiritual não deve ter dinheiro. É importante que se desmistifiquem esses pensamentos, pois não há nada mais abundante do que estar ligado ao divino e usufruir do máximo da abundância. Por isso, desconfio daquele que fala de espiritualidade e vibra na escassez. É total desconexão do divino, do espiritual.

Não podemos esquecer que estar encarnado é nada mais do que um espírito experimentando viver na matéria e esta é justamente uma das nossas aprendizagens, saber lidar com a matéria.

O dinheiro é simplesmente uma energia que, como todas as outras, precisa de se movimentar. Senão fica estagnado, o que é muito perigoso. A energia do dinheiro movimenta-se de um canto ao outro do mundo como moeda de troca, como símbolo de um serviço prestado. Quando eu troco o meu dinheiro por serviços ou produtos, faço com que uma certa quantia vá parar na carteira de outra pessoa, que o dará a outra, e assim sucessivamente.

O dinheiro pago por mim passará pela mão de milhares de pessoas, isto se chama “ciranda financeira”. Quanto mais eu respiro, mais eu energizo essa ciranda. Quanto mais eu respiro, mais abundante eu fico. Quanto menos eu respiro, mais escassa eu fico. Quanto mais eu me apego ao dinheiro, menos energia eu coloco na ciranda, mais escassa eu fico, mais escasso o Universo fica, pois menos dinheiro circula.

Ser abundante é estar perto de Deus, e a respiração leva-nos para perto dele e para próximo do melhor que nós somos. Como o nosso pensamento é 100% criativo, precisamos acreditar que já nascemos abundantes e vivemos na abundância. Aquilo em que acreditamos transforma-se na nossa realidade.

Mas onde começa a busca pelo sucesso?

Com o embrião desde o momento da conceção, passando pela gestação e desaguando no nascimento, primeiro grande sucesso do ser humano. O processo de nascimento é um dos mais duros que a espécie humana passa e normalmente ninguém reflete sobre isso.

É o processo de maior medo, em que há necessidade de tomada de grandes decisões e principalmente de desapego, de deixar o útero materno e se lançar em direção ao desconhecido e ao novo, e quando isso acontece e todos ficam bem, o bebé e a mãe, temos o primeiro marco de sucesso.

Durante o meu nascimento ocorre o mistério sobre o meu sucesso e é justamente onde se pauta todo o meu olhar de terapeuta de Rebirthing, Mentora de Alta Performance de Mindset Milionário.

No momento do nascimento adquirimos crenças acerca do que é a vida, acerca do que é a realização e consequentemente acerca do que é êxito e sucesso. Essas crenças podem condicionar a vida de uma pessoa e esse condicionamento pode aniquilar o seu sucesso.

Quando me procuram querendo ter mais sucesso profissional, a primeira coisa que faço é tentar identificar como foi que nasceram. A partir daí, vou traçando um raio-X de toda história dessa pessoa até à vida adulta. Vejo o histórico profissional para que juntos possamos identificar onde começou a dificuldade em ter êxito.

Neste momento, começam a perceber que o processo de desconstrução do fracasso é muito mais profundo do que aprender marketing, do que se coloca na rede social, do que ter mais estrutura organizacional, mais planeamento estratégico que funcione, do que ter bons colaboradores…

Eles começam a implantar uma nova mentalidade, transformando os seus paradigmas acerca do sucesso. Criando uma nova forma de se verem a si próprios, o mundo e consequentemente uma nova forma de terem sucesso. Depois desse momento, normalmente mudam completamente a forma como vivem, e geram automaticamente mais sucesso e contribuem para quem está à sua volta de forma positiva.

*Marinélia Leal atua como Mentora de Alta Performance, com ênfase em Neuro Mentoring de Mindset Milionário desde 2017, e como Terapeuta Vibracional, Life Coach, Formadora e Escritora desde 1998. É especialista em Rebirthing/Renascimento e Pré-Escola Uterina. Para mais informações, acesse https://www.marinelialeal.com/

Por: Carolina Lara / Foto Ilustrativa: Freepik

Comentários estão fechados