Edição 43 – Confira na edição de Jul/Ago da Revista Feridas

A importância de um atendimento exclusivo e individualizado à ostomizados

 

Capa da Revista Feridas Edição 43

Hoje, no Brasil, são cerca de 120 mil estomizados e, entre os que têm incontinência urinária, os números aumentam de 6 mil a 8 mil novos casos por ano. Entre os estomizados, o câncer colorretal, as doenças inflamatórias intestinais e traumas abdominais são as principais causas para o uso de bolsas de estomia. Além dos cadeirantes, o próprio envelhecimento da população brasileira também acarreta no uso de cateteres em função de disfunções miccionais, ou seja, são números que aumentam a cada ano.

Com isso, existem milhares de pessoas que têm necessidades íntimas de saúde e fazem uso de bolsas coletoras para fezes e urina, cateteres urinários (quem sofre de disfunção miccional) e curativos para feridas crônicas. São situações em que as pessoas necessitam de orientação correta e individualizada, para que possam tirar todas as dúvidas e escolher os produtos mais adequados à sua condição de saúde.

Nesta edição trazemos uma entrevista com a estomaterapeuta e gerente do Programa Ativa da Colplast que fala sobre a importância de oferecer segurança, qualidade de vida e apoio personalizado ao paciente ostomizado.

No conteúdo científico trazemos estudos que abordam os riscos de lesões por pressão.

Comentários estão fechados