Cofen se reúne com MS para tratar sobre formação profissional

A vice-presidente do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Irene Ferreira, e representantes do Ministério da Saúde (MS), reuniram-se para discutir a situação do campo de trabalho e debater sobre o crescimento indiscriminado de cursos de graduação em enfermagem

Na manhã desta segunda-feira (17), a vice-presidente do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Irene Ferreira, e representantes do Ministério da Saúde (MS), através do Departamento de Gestão e da Regulação do Trabalho em Saúde (DEGERTS), se encontraram para darem continuidade a uma reunião ocorrida em outubro de 2013 com o Fórum dos Conselhos Federais da Área da Saúde (FCAS) quando, na ocasião, foram discutidas pautas como erros e condições de trabalho.

foto

Segundo o Ministério da Saúde, o estreitamento com o conselho visa à construção do perfil da situação do campo de trabalho e o debate sobre o crescimento indiscriminado de cursos de graduação em enfermagem, para que o governo possa intervir de alguma maneira neste assunto. Segundo apresentando pelo próprio MS, no ano de 2000 o número de cursos era de aproximadamente 5.500, já em 2012, passou para quase 47 mil. O MS deseja criar um instrumento para dimensionar a força de trabalho dos profissionais da área de saúde e implantar uma plataforma de recursos humanos com dados publicamente acessíveis.

O Cofen se comprometeu a definir com o plenário os pontos mais críticos a serem levados ao MS, além de colocar em análise a disponibilização de seu banco de dados para que o governo consiga concretizar a criação de ferramentas que possam beneficiar a área da saúde, principalmente a enfermagem.

“O conselho está disposto a colaborar com o Ministério da Saúde para que o governo consiga melhorar a condição da oferta de profissionais enfermeiros em todos os estados, assim como controlar a abertura indiscriminada de cursos de graduação em enfermagem”, comentou a vice-presidente do Cofen, Irene Ferreira.

Participaram da reunião, além da vice-presidente do Cofen, Irene Ferreira, os representantes do Ministério da Saúde, Miraci Mendes (DEGERTS/MS), Eliana Mendonça (DEGERTS/MS), Jannayna Sales (DEGERTS/MS), Everton Dantas (DEGERTS/MS) e Stella de Wit, da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

Fonte: Ascom-Cofen

Comentários estão fechados