Aedes aegypti: 125 municípios do país representa risco de infestação do mosquito

Aedes aegyptiSegundo dados do Levantamento Rápido do Índice de Infestação de Aedes aegypti (LIRAa), realizado em outubro, 1.524 cidades foram detectadas com larvas do mosquito. O objetivo é traçar as regiões com maior risco de transmissão da doença.

O Ministério da Saúde informa que 125 municípios brasileiros estão com alto risco de infestação do mosquito, transmissor da dengue e da febre chikungunya. Nessas cidades foram encontrados focos do mosquito em quatro de cada cem casas visitadas.

Neste ano, 379 pessoas morreram por dengue no país, segundo o Ministério da Saúde. Em 2013, foram 646 óbitos.

De acordo com o levantamento, Rio Branco é a única capital em situação de risco. São dez as capitais que apresentaram situação de alerta: Porto Alegre, Cuiabá, Vitória, Maceió, Natal, Recife, São Luís, Aracaju, Belém e Porto Velho. Outras 11 estão com índices satisfatórios: Curitiba, Florianópolis, Brasília, Campo Grande, Goiânia, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Macapá, Teresina e João Pessoa.

As capitais Boa Vista, Manaus, Palmas, Fortaleza e Salvador não apresentaram ao Ministério da Saúde os resultados do LIRAa.

Comentários estão fechados