A AstraZeneca Brasil faz parceria com o UNICEF para ajudar a prevenir doenças não transmissíveis entre cinco milhões de jovens em todo o mundo

O Programa Adolescente Saudável da AstraZeneca apoiará o UNICEF com uma doação de US﹩ 12,5 milhões até 2025

 

A AstraZeneca Brasil anunciou hoje que irá colaborar com o UNICEF no país, por meio de seu programa filantrópico Adolescente Saudável, em uma parceria global que deverá alcançar mais de cinco milhões de jovens com mensagens de prevenção de doenças não transmissíveis (DNT). A parceria pretende promover também o treinamento de 1.000 jovens educadores, moldando políticas públicas positivas em todo o mundo ao longo dos próximos cinco anos.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera as DNTs como a principal causa de morte em todo o mundo e 70% das mortes prematuras por DNTs podem estar relacionadas a comportamentos que surgem na adolescência.

A parceria juntará a experiência do UNICEF no apoio a adolescentes em 190 países com o programa Adolescente Saudável, focado no trabalho com jovens para reduzir comportamentos de risco associados às DNTs. A parceria também visa um trabalho direto com governos, formuladores de políticas e jovens para abordar o impacto crescente das DNTs. O programa será lançado inicialmente em seis países, que incluem Angola, Belize, Brasil, Jamaica, Indonésia e África do Sul, devendo posteriormente ser expandido para outras regiões.

Daniel Tripa, presidente interino da AstraZeneca do Brasil, afirmou: “É importante não perder de vista o impacto significativo das doenças não transmissíveis na saúde futura de nossa sociedade. Acreditamos que envolver os jovens neste esforço e capacitá-los como mobilizadores seja crucial para o sucesso, e estamos muito satisfeitos por trabalhar com o UNICEF. Essa parceria poderá estender exponencialmente o alcance desse esforço, principalmente em um momento de pandemia onde as comunidades menos favorecidas são as mais impactadas”.

“No Brasil, a parceria está ajudando a enfrentar o grande desafio na saúde mental de adolescentes, devido às medidas necessárias de isolamento social ((((tomadas pelas autoridades de saúde))) no contexto da pandemia da Covid-19. Os adolescentes estão sendo apoiados para manter as atividades físicas; hábitos alimentares saudáveis e cuidados com a saúde mental. Seu envolvimento em atividades online, na produção de cards, vídeos curtos e na divulgação de dicas para se manter saudável e orientações aos seus pares são ações centrais da iniciativa “, afirma Florence Bauer, Representante do UNICEF no Brasil.

Até hoje, em seu décimo primeiro ano, o Programa Adolescente Saudável da AstraZeneca alcançou mais de quatro milhões de jovens em 30 países, com seu enfoque na educação, defesa, pesquisa e orientação. O programa busca conscientizar e prevenir quanto aos principais fatores de risco – tabagismo, uso nocivo do álcool, sedentarismo, alimentação não saudável e exposição à poluição do ar – que contribuem para DNTs, tais como doenças cardiovasculares e respiratórias, câncer e problemas de saúde mental entre os jovens e os principais tomadores de decisão.

Programa Adolescente Saudável
O Programa Adolescente Saudável é um programa filantrópico da AstraZeneca de prevenção de doenças não transmissíveis com foco exclusivo em jovens de 10 a 24 anos em todo o mundo, que vivem em áreas vulneráveis e com poucos recursos. O Programa Adolescente Saudável faz parte do compromisso de sustentabilidade da AstraZeneca de usar nossos recursos para causar um impacto mais significativo onde a sociedade precisa – a saúde.

Junto com nossos parceiros, o Programa Adolescente Saudável usa a educação, defesa, pesquisa e orientação para capacitar os jovens a fazer escolhas conscientes de saúde e construir ambientes mais protetores para conseguir viver vidas mais longas e saudáveis.

O Programa Adolescente Saudável: Melhores escolhas para a saúde, Melhores chances de vida. Para mais informações, acesse younghealthprogrammeyhp.com .

Fonte: AstraZeneca , por meio da assessoria de imprensa. 

Comentários estão fechados