Presidente do Cofen recebe prêmio “100 mais influentes da Saúde”

Na última quinta-feira, dia 14, o presidente do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Manoel Carlos Neri da Silva, foi eleito um dos profissionais mais influentes do setor de saúde no último ano, na categoria Autoridades Públicas do prêmio “100 mais influentes da Saúde”. A escolha dos ganhadores foi feita pela Comissão Editorial do Grupo Mídia, baseado em pesquisa de mercado e também em votação aberta pelo site da Revista Healthcare.

“Considero uma vitória da Enfermagem. Não é algo meu, pessoal. Nossas conquistas refletem o trabalho conjunto do Sistema Cofen/Conselhos Regionais como um todo, para que a profissão resgate o protagonismo e o respeito. Estar entre os 100 mais influentes é muito bom, mas componho esta lista porque comigo estão todos os conselheiros federais e presidentes regionais, assim como nossos colaboradores técnicos, que ajudaram a reconstruir uma representação profissional forte, competente e compromissada com as melhores práticas de gestão”, destacou Neri.

Questionado sobre as expectativas para 2019, o presidente do Cofen afirmou que seguirá com o trabalho para fortalecer cada vez mais a categoria da Enfermagem, atuando junto ao Conselho Nacional de Saúde, Ministérios da Saúde e da Educação, Congresso Nacional, Fórum Nacional de Enfermagem e tantas outras instituições, na busca por soluções para os problemas que há muito prejudicam os profissionais, e toda a população que precisa do trabalho da Enfermagem.

“Neste ano, queremos intensificar ainda mais nossa atuação por uma formação de Enfermagem mais qualificada, pelo respeito às prerrogativas dos profissionais. Temos perspectivas reais de aprovação da Lei do Descanso Digno, que garante condições de repouso adequada nos plantões. Também seguimos em constante diálogo sobre os temas importantes para nossa categoria, como os Projetos de Lei do Piso Salarial, Jornada de Trabalho e Aposentadoria Especial, que se faz tão necessário discutir, neste momento em que o governo busca aprovar a reforma da previdência que afetará diretamente a Enfermagem. Nossa atuação frente ao Cofen será de constante vigilância para que o profissional possa atuar com dignidade e ser respeitado em seu local de trabalho”, afirmou.

 

Fonte: Com informações da Ascom – Cofen

Comentários estão fechados