Gravidez e zumbido: que barulho é esse?

As alterações hormonais no corpo da mulher grávida causam mudanças visíveis e bem conhecidas, porém, um sintoma não tão conhecido é o zumbido no ouvido, uma percepção de sons que outras pessoas não percebem, como apitos, chiados, entre outros.

Segundo a Profª Dra. Tanit Ganz Sanchez, Otorrinolaringologista com doutorado e livre-docência pela USP e também fundadora e diretora do Instituto Ganz Sanchez“é necessário prestar atenção aos ouvidos das gestantes, pois o zumbido pode aparecer nas situações de anemia, que é mais comum durante o segundo trimestre da gestação, ou de hipertensão arterial, que é mais comum no terceiro trimestre.”

Também existem causas hereditárias de zumbido e perda auditiva que se iniciam nessa época ou podem piorar, caso tenham começado antes da gestação. “Um exemplo mais conhecido é a otosclerose, uma doença óssea que envolve o estribo, um dos menores ossos do corpo. Por isso, em todas essas situações, sugere-se que a gestante procure por um otorrinolaringologista especializado para identificar o real problema.” complementa a médica

O zumbido no Brasil

  • Instituto Ganz Sanchez estima que no Brasil há de 34 a 48 milhões.

 

  • Um estudo realizado com 170 jovens de 11 a 17 anos constatou que 92 dos entrevistados (54,7%) apresentaram zumbido nos ouvidos por causa da exposição ao som alto e, sendo que 51% dos jovens afetados tiveram zumbido depois de usar fone de ouvido por muito tempo.belly-1434852 - Cópia

Comentários estão fechados